Dicas para definir as metas e objetivos para 2017

Estamos chegando ao fim de 2016 e nessa época sempre gosto de fazer uma listinha com minhas metas e objetivos
para o próximo ano. Acredito que não ter metas e objetivos é andar sem rumo, pois como vou saber o caminho a percorrer se não sei onde quero chegar?

Acredito que ter meta é o caminho mais curto para obter algo que se deseja, seja ele um objetivo simples ou mesmo o sonho da vida. É uma felicidade muito grande quando olho pra lista do ano anterior e vejo que superei minhas expectativas, por isso vou listar aqui alguns passos importantes que sigo para a criação da minha lista de metas e objetivos, para que ela seja uma lista possível e não traga decepções por tê-la planejado de forma errada.

Definir metas e objetivos

Um dos itens que considero mais importante é definir as metas e objetivos que se tem. Pense e pense e faça uma lista mentalmente, não importa se será uma lista enorme ou se terá dois ou três objetivos, depois transfira essa lista imaginária para o papel. Mas coloque tudo que realmente deseja e que é importante pra você, independente do tamanho da dificuldade que seja para alcançá-lo.

Sempre tenha em mente que quem acredita sempre alcança.

Tenha metas positivas

Tenha em mente que na sua lista só poderá entrar metas positivas, vou exemplificar: Ao invés de colocar “no próximo ano não quero mais ter chefe”, coloque “no próximo ano quero ter meu próprio negócio”. Parece bobo mas a maneira como escreve suas metas faz toda a diferença.

Prazo

Metas e prazos andam lado a lado, não adianta ter uma lista cheia de metas sem definir prazos para alcançá-los.

Tenha em mente a meta e o que será necessário fazer e dedicar-se para alcançar aquela meta. Mas lembre-se sempre de ter prazos razoáveis e possíveis para não gerar frustração e impotência por não ter alcançado a meta.

Não adianta colocar na lista “vou emagrecer 30 quilos até o carnaval”, sabemos que o carnaval é geralmente no final de fevereiro ou início de março, é muito difícil uma pessoa perder tanto peso num prazo curto. É melhor ter uma meta menor mas que seja mais fácil de ser alcançada e assim traga mais satisfação para continuar.

Metas atingíveis

Acredito que esse item tenha uma enorme ligação com o item anterior. As pessoas cometem o erro de mentir para si mesmas, honestidade é fundamental na hora de definir suas metas.

Seja realista e estabeleça metas que estão ao seu alcance. Vou ter tempo tempo, recursos e conhecimento para determinada meta?

Coloque os pés no chão e deixe para sonhar em outro momento, definir como meta algo que você sabe que é inatingível só vai gerar sentimento de frustração e incapacidade.

Caminhos alternativos

Vou dar um exemplo: Quero ter minha casa própria no próximo ano. Tenho dinheiro para dar a entrada? Tenho uma renda suficiente para um financiamento? Caso não tenha é hora de planejar, junte dinheiro, pesquise quanto é o apartamento, qual a renda será necessária para fazer o financiamento e a partir daí, planeje como meta para o próximo ano uma meta alternativa de guardar na poupança 10% do meu salário para dar a entrada do apartamento daqui alguns anos.

Dê um passo de cada vez, a escada é grande, mas de degrau em degrau chegamos lá em cima.

Anote seus progressos

Uma meta pode até demorar para ser alcançada, mas ir anotando e avaliando os progressos alcançados será o combustível para continuar caminhando.

Sua meta pode até ser simples, mas à partir do momento em que você passá-la para o papel e anotar periodicamente seus progressos, ele se tornará “gigantesca” e será sua fonte de energia para definir novas metas.

E o mais importante sempre sinta-se grato por ter completado uma meta, mesmo que ela pareça pequena e insignificante para muitas pessoas. Comemore, pois com certeza você trabalhou para que isso acontecesse.

Então é isso, espero que as nossas metas e objetivos sempre se concretizem. 🙂

Grande beijo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *